Saiba Tudo Sobre Cartão de Credito

 
 

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Ensine seu filho a usar cartão de crédito corretamente

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Comercial, o endividamento entre os consumidores com 20 a 25 anos vem crescendo e a maior parte dos inadimplentes tem até 35 anos.
Especialistas afirmam que a principal causa está na falta de planejamento financeiro, ou seja, é preciso ensinarmos nossos filhos a organizarem-se financeiramente, estabelecendo prioridades e utilizando corretamente um cartão de crédito, ferramenta apontada com um dos principais problemas no planejamento do jovem.
Os cartões de crédito pré-pagos auxiliam a administração das finanças e você poderá utilizar nosso comparador de cartões pré-pagos para conhecê-los melhor.

Quando dar um cartão de crédito para meu filho?



Saiba como escolher um cartão de crédito adequado ao seu filho e instruí-lo em sua fase mais produtiva, evitando o endividamento e construindo um patrimônio.
  1. Instrua seu filho na organização e planejamento das finanças
  2. Ajude seu filho a escolher um cartão de crédito
  3. Incentive a utilizar o cartão de créditode forma consciente
1. Instrua seu filho na organização e planejamento das finanças
Antes de sair em busca de um cartão de crédito para seu filho, seja pré-pago ou tradicional, o melhor a fazer é dedicar alguns minutos instruindo o jovem na elaboração de uma planilha para controle dos gastos. É necessário apontar as despesas e a receita, sabendo exatamente quanto ganha e quanto gasta mensalmente.
É comum que alguns jovens recebam somente uma mesada dos pais como fonte de renda no início dessa trajetória, e se esta é a realidade do seu filho, é importante que ele aprenda a administrar o que ganha, ainda que seja pouco, durante todo o mês, estabelecendo prioridades e objetivos próprios.
Lembre-se de enfatizar a importância de guardar parte do que recebe mensalmente para casos emergenciais. Além disso, sabemos que a poupança é a porta de entrada para futuros investidores.

2. Ajude seu filho a escolher um cartão de crédito
Existem alguns cartões de crédito destinados aos jovens no mercado e estas ferramentas podem ser a melhor opção para aqueles que estão iniciando uma vida financeira. Antes de escolher o melhor cartão de crédito, lembre-se de ficar atento ao perfil do jovem.
Se o jovem recebe somente uma mesada, talvez a melhor escolha sejam os cartões pré-pagos destinados a mesada, que funcionam de forma semelhante aos cartões de débito e evitam o endividamento. Como não possuem fatura e não permitem compras à crédito, seu filho será estimulado a organizar-se com o saldo disponível e planejar os gastos do mês.
Se seu filho é estudante e já possui uma renda extra, talvez uma boa opção sejam os cartões universitários, com anuidades e pacotes de serviços com tarifas reduzidas. Neste caso será necessário instruí-lo com relação aos benefícios e cuidados relacionados às compras à crédito. É importante ressaltar a necessidade de poupar parte do que ganha, não gastando tudo o que tem e não fazendo dívidas que comprometam os meses posteriores.
Vale ressaltar que os cartões universitários geralmente são o primeiro contato do jovem com uma instituição financeira e, desta forma, é importante prezar pela construção de um histórico positivo, que poderá agregar benefícios futuros, como aprovação de crédito para um financiamento de veículo ou imóvel
, por exemplo.
3. Incentive-o a utilizar o cartão de crédito de forma consciente
Embora o cartão de crédito ofereça poder de compra, é importante controlar a ansiedade e não comprar nada de forma impulsiva. Mais uma vez, o planejamento financeiro é fundamental e necessário para que seu filho lembre-se constantemente dos compromissos já assumidos.
O cartão de crédito pré-pago é uma ferramenta vantajosa nesse contexto e ideal para ensinar o jovem a lidar com prioridades e possibilidades, já que as compras serão sempre à vista.
Comprar algo que se quer muito não é errado, mas é preciso saber se a compra de tal produto irá comprometer o restante do mês e se o jovem está disposto a aperta-se financeiramente para ter o que deseja, ou se vale mais a pena programar a compra e guardar um pouco por mês. Esta decisão deve ser do seu filho e as consequências trarão cada vez mais maturidade para administrar as finaças e fazer novas e maiores escolhas futuramente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates